UNIVERSITY OF CABINDA
Z d e n k a   V o l a v k a
 

COMISSÃO CONSTITUTIVA                                        COMUNICADO N. 01/01

Fevereiro, 2001
 

"É um facto que para alguns a história de África, por exemplo, só agora começa a ganhar forma: a inexistência da escrita e a indiferença dos historiadores europeus em relação a essa história antes da colonização, têm como consequência ser hoje, impossível consagrar aos povos de África o lugar a que a envergadura do continente, a antiguidade do seu povoamento e a diversidade das tradições lhe dariam direito."

RÉMOND, Réné, Introdução à História do nosso tempo, Lisboa, Gradiva, 1994

Melhor do que aguardar a atenção dos historiadores europeus, os povos africanos têm que escrever a sua própria História, não excluindo possíveis e oportunas colaborações. Com base neste pressuposto as Forças Patrióticas da Nação Cabinda, decidiram elaborar o ambicioso projecto de constituição de uma Universidade, que adopta a designação de UNIVERSIDADE DE CABINDA  ZDENKA VOLAVKA, em reconhecimento e memória desta investigadora (cfr. Nota Biográfica).

Apenas que, neste momento histórico, a Universidade de Cabinda está privada de existência física, em virtude da injusta e violenta ocupação do Território da Nação Cabinda, por um ocupante autista, agressivo, explorador das riquezas naturais do nosso país e mutilador da nossa cultura, costumes e tradições.

A Universidade de Cabinda Zdenka Volavka (UCZV) está, apesar da sua insólita situação, em movimento, procurando o concurso de docentes e investigadores e construindo paulatinamente os seus futuros departamentos, dos quais se destaca o de Língua Nacional, ao qual a UCZV atribuiu prioridade.

É, paradoxalmente, o momento histórico, igualmente , oportuno para a UCZV receber a solidariedade do mundo universitário, que se pede explícito e intenso.

É possível derrotar os nossos algozes e salvar Cabinda!

UCZV, endereço electrónico: cabinda@gmail.com


  | University of Cabinda  Zdenka Volavka Home Page | Information on Cabinda | UCZV  COMISSÃO CONSTITUTIVA |